Palestras sobre Alienação Parental - Violência Infantil, Violência Doméstica, Guarda Compartilhada, Falsas acusações de abuso sexual, Incesto, Mediação Familiar, etc.

Agende para sua cidade, faculdade, etc.

 

Palestra de Analdino Rodrigues Paulino Neto, da ONG APASE - Associação de Pais e Mães Separados, www.apase.org.br sobre Falsas acusações de abuso sexual, na Audiência Pública sobre Alienação Parental - Senado Federal, dia 10/06/2013, na Comissão de Direitos Humanos e Cidadania do Senado Federal.
Fone: (11) 99629.8369 e-mail: apase@apase.org.br

SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE 

A ONG APASE – Associação de Pais e Mães Separados –www.apase.org.br oferece às Prefeituras Municipais juntamente com entidades locais, como Secretaria da Saúde, Secretaria da Educação, Secretaria do Bem Estar Social, Associação Comercial, Associações de Classes, OAB-local, CRP, CRES, Conselho Tutelar, CREAS, judiciário, setor técnico do judiciário (psico-social), promover Seminário sobre o Enfrentamento à Violência Contra a Criança e o Adolescente. 

O assunto é de extrema gravidade e está cada dia mais presente na sociedade contemporânea e no cotidiano das nossas crianças e adolescentes.

O seminário abordará alienação parental, violência doméstica, drogas, álcool, maus tratos, bulling, negligência, abandono, abandono afetivo, falsa acusação de abuso sexual, incesto, pedofilia, exploração sexual e outros temas cotidianos de violência à criança e ao adolescente.

Cursos de Capacitação em Enfrentamento à violência contra a criança e o adolescente, Alienação Parental, Falsas acusações de abuso sexual, Guarda Compartilhada, Mediação Familiar, Pensão Alimentícia, etc. Consultoria sobre os temas acima. Não enfrente seus problemas sozinho. Contatos apase@apase.org.br e Fone: (11) 99629.8369 Tim (R$ 0,25 centavos por ligação, mesmo interurbano com qualquer duração, de Tim para Tim) da www.apase.org.br . Com Analdino Rodrigues Paulino Neto, Presidente Nacional da ONG APASE, membro do IBDFAM – Instituto Brasileiro do Direito de Família - Mediador, Conciliador, Palestrante e Consultor. Atendemos todo o Brasil. Veja em nossa página inicial www.apase.org.br dezenas de vídeos e nossos links: http://www.apase.org.br/mediacaofamiliar.htm ,              http://www.apase.org.br/midia-alienacao-analdino.htm,http://www.youtube.com/watch?v=2ay7xjMAbkc, etc.

   

PALESTRA EM RORAIMA -  ALIENAÇÃO PARENTAL - REALIZAÇÃO: Tribunal de Justiça de Roraima e ONG APASE - Associação de Pais e Mães Separados

 

 

Seminário sobre Alienação Parental promovido pelo Tribunal de Justiça de Roraima, com o apoio e presença da APASE, IBDFAM-RR e SC, CRP-RR e as Faculdades Cathedral-RR, realizado no Auditório da Faculdade com público de 600 pessoas. Estiveram presentes operadores do direito, acadêmicos, pais, etc.
Palestrantes: Analdino Rodrigues Paulino - APASE, Doutoranda Beatrice Marinho Paulo do MP do Rio e Dr. Douglas Philips Freitas, Presidente do IBDFAM-SC.
Entrevista com o Presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, Desembargador Almiro José Mello Padilha, mostrando que as informações sobre a Alienação Parental estão chegando claramente aos locais mais distantes do país.

 

PALESTRA NA ESCOLA DA MAGISTRATURA DE SÃO PAULO - Realização ONG APASE

 

PALESTRA EM SÃO PAULO

 Palestras e Consultoria sobre Alienação Parental, Guarda Compartilhada, Falsas acusações de abuso sexual, Violência contra a criança e o adolescente, Violência doméstica e Mediação Familiar. Atendemos todo país, Analdino Rodrigues Paulino, Fone: (11) 99629.8369 (R$ 0,25 centavos por ligação, mesmo interurbano com qualquer duração, de Tim para Tim) www.apase.org.br e-mail: apase@apase.org.br

 

PALESTRA DA ONG APASE PARA ASSISTENTES SOCIAIS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO - com Analdino Rodrigues Paulino, ao centro da foto, em pé.

O assunto estudado foi a Guarda Compartilhada

A Guarda Compartilhada, além de ser a melhor opção para pais, filhos e judiciário, por manter com os filhos os mesmos laços anterior à separação, é um grande fator inibidor da Alienação Parental. Além de evitar litígios intermináveis e diminuir a carga de trabalho do judiciário.

 

PALESTRA NO III CONGRESSO NORDESTINO DE DIREITO DE FAMÍLIA - CONGRESSO DO IBDFAM NA BAHIA - ALIENAÇÃO PARENTAL

 

 

PALESTRA EM FOZ DO IGUAÇU - GUARDA COMPARTILHADA - ONG APASE

 

1ª MARATONA JURÍDICA-PSICO-SOCIAL E CULTURAL DO TOCANTINS

 

       Projeto Seminário/Palestra Alienação Parental – Cine/Debates apase@apase.org.br  e Fone: (11) 99629.8369 Tim (R$ 0,25 centavos por ligação, mesmo interurbano com qualquer duração, de Tim para Tim)


DIVULGAÇÃO DA LEI DA ALIENAÇÃO PARENTAL

1 –  Proporcionar aos participantes informações básicas e essenciais sobre a Alienação Parental:

a – Falar das pesquisas e estudos que levaram ao conhecimento, alcance e malefícios da Alienação Parental, iniciados pelo psicanalista americano Richard Gardner, em 1985.

b – Exemplificar os estudos e pesquisas com recursos áudio-visuais, como a apresentação do filme A Morte Inventada, Documentário sobre a Alienação Parental, feito através de pesquisas e estudos dos principais estudiosos brasileiros do tema. Mostrar também outros pequenos vídeos (duração média de 4 minutos cada um) exemplificando casos da Alienação Parental e formas de preveni-la.

c – Os dados estatísticos mostram que 60 milhões da população brasileira é representada por crianças, adolescentes e jovens.

d - Um terço desta população, ou seja, 20 milhões de crianças, adolescentes e jovens são filhos de pais separados.

e – A maior parte destes 20 milhões da nossa população de menores são atingidos pela Alienação Parental.

2 – A Importância da Lei 12.318/2010

a – Mostrar a importância da Lei 12.318/2010 (Lei da Alienação Parental), os objetivos da mesma e detalhar as formas de aplicação, viabilidade e importância da Lei e seu alcance social.

b - Tratar a Alienação Parental como uma questão de interesse social e de responsabilidade governamental e civil, ou seja, de toda a sociedade

c – Os menores sofrem os danos provocados pela Alienação Parental, como a introspecção, perda de interesse pelos estudos, a sexualidade despertada com precocidade, a maior incidência de uso de drogas entre os mesmos, com elevado número de envolvimentos em prostituição e tráfico de entorpecentes e até mesmo de elevado número de suicídios entre este grupo.

4 – Mostrar a pulverização da Alienação Parental e o alastramento das falsas acusações nas varas de família, onde seu número chega a atingir metade dos processos sobre o assunto:

a – Falsas acusações de maus tratos.

b – Falsas acusações de abuso sexual, que é a mais perversa forma da Alienação Parental, que causa aos atingidos os mesmos malefícios psicológicos como se abusados fossem.

c - Diversas outras falsas acusações, sempre com o mesmo objetivo de afastar o filho do genitor.

d - A diferenciação entre Alienação Parental e Síndrome da Alienação Parental. 

5 – A aceitação da Lei 12.318/2010 (Lei da Alienação Parental), pelos operadores do Direito.  

a – A excelente aceitação da Lei 12.318/2010 (Lei da Alienação Parental) pelo Judiciário.

b – A praticidade da Lei e sua operacionalidade pelos magistrados. A facilitação na condução dos processos litigiosos de separação.

c – Os avanços nas soluções de conflitos litigiosos pelo judiciário, com embasamento na objetividade da Lei 12.318/2010 que define a Alienação Parental e oferece a gradação das punições para inibi-la

6 - Oportunizar o debate e participação do público presente:

a - Buscar a participação maior possível dos presentes, para esclarecimentos de dúvidas.

b - Abertura de espaço para os participantes colocarem detalhes não abordados que sejam de interesse do público presente, objetivando uma melhor compreensão do processo de separação dos casais em litígio e instalação da Alienação Parental.

c - As conseqüências para os filhos: crianças, adolescentes e jovens atingidos pela Alienação Parental.

Para esclarecimentos de quaisquer detalhes gentileza usar apase@apase.org.br  ou telefonar para Analdino Rodrigues Paulino - Presidente Nacional da ONG APASE - Associação de Pais e Mães Separados Fone: (11) 99629.8369 Tim (R$ 0,25 centavos por ligação, mesmo interurbano com qualquer duração, de Tim para Tim) 

 

Veja também:

 1)   Palestra sobre Mediação,  2) Palestras sobre Alienação Parental, Violência Infantil, Violência Doméstica, Guarda Compartilhada, Falsas acusações de abuso sexual, Incesto, etc. Agende para sua cidade, faculdade, etc.,                   Página Inicial: www.apase.org.br

Participe das nossas Redes Sociais APASE: